02/08/2017 por Rodrigo Romão Antonio

MEDITAÇÃO

Relaxar o corpo e desenvolver a mente

 

Se quando você ouve falar em meditação, o primeiro pensamento é dos monges tibetanos que entoam mantras no topo de uma montanha.

Ai você já pensa, eu nunca vou conseguir sentar em posição de lótus por horas e horas.

Ou se você acredita que a meditação está fielmente ligada a práticas religiosas, e que você não se identificaria com o zen e que, portanto, nunca se beneficiaria da meditação…

Você pode se considerar normal, pois faz parte da imensa maioria das pessoas!

Mas eu não ficaria satisfeito com isso, pois eu não sou adepto da normalidade, prefiro a loucura de sair do cotidiano e buscar meios de me desenvolver e viver uma vida interessante.

E se você também tem esse pensamento...

Seja bem-vindo a Meditação!

 

O que é meditação?

 

Meditação, do latim meditare, significa alhear-se, desligar-se do mundo exterior, voltando-se para dentro de si próprio.

A palavra “Meditar” tem o significado de “contemplar”, os estados emocionais, os sintomas fisiológicos, o conteúdo e fluxo dos pensamentos são pontos de atenção de nosso interesse, que vêm adicionar à tradicional psicoterapia verbal outras formas de observação e novas maneiras de compreender o funcionamento humano.

Meditar para os Ocidentais, geralmente, significa pensar a fundo sobre determinado assunto, mas no Oriente esta palavra designa um vasto conjunto de técnicas que servem para treinar a atenção e que podem exercer grandes mudanças em todo o nosso aparelho perceptivo.

 

Meditação e Psicologia:         

 

Sim, é isso mesmo que você leu, a meditação tem muito a ver com a Psicologia. Pois ambas estão voltadas para o desenvolvimento humano, para a compreensão de nosso funcionamento mental e para a busca de uma maior qualidade de vida.

A Meditação é cada vez mais um “instrumento” cada vez mais útil na psicologia, pois a meditação tem vários benefícios, não apenas psicológicos, mas também físicos.

Quando falamos em meditação, pensamos em relaxamento, mas para compreendermos os seus efeitos ao nível psicológico é importante dividirmos as várias técnicas que existem em dois grupos, técnicas de concentração e de insight, para percebermos os diferentes efeitos da meditação ao nível da consciência.

 

As técnicas de concentração são todas as técnicas que envolvem a concentração num ponto, tentando afastar todos os outros objetos da consciência, as quais conduzem a um estreitamento da consciência que se foca exclusivamente num único objeto.

 

Já as técnicas de Insight, envolvem uma atenção constante, mas sem julgamentos, a todos os conteúdos que vão surgindo na consciência. O objetivo é ter uma percepção ampla de todos os conteúdos da consciência, sem que haja nenhum envolvimento com estes. Tais técnicas conduzem a uma expansão da consciência, que se torna capaz de abarcar um número cada vez maior de objetos em simultâneo.

Daniel Goleman, relata que em suas descobertas científicas sugeriam que as pessoas que meditam eram capazes de resistir aos golpes da vida e lidar muito bem com o estresse diário, sofrendo menores consequências diante deles.

Janice Kiecolt-Glaser, verificou que os idosos internos de um asilo que usavam um exercício de relaxamento mostraram um aumento significativo em suas defesas imunológicas contra tumores e vírus.

 

Meditação e ansiedade:

 

Pessoas ansiosas possuem um padrão especifico de reação ao estresse, o seu corpo se mobiliza para enfrentar o desafio e não consegue parar quando cessa o problema.

 

Meditação e a atenção:

 

A meditação treina a capacidade de prestar atenção, a mente não fica vagando à vontade, pelo contrário, a meditação aguça a atenção.

Meditação nas empresas:

Vem crescendo consideravelmente a prática da meditação nas empresas, tal prática é mais uma opção oferecida pelos programas de bem-estar das empresas

E o que justifica o interesse crescente pela técnica?

Em muitos casos, a prática é mais uma opção oferecida pelos programas de bem-estar das empresas, do mesmo modo que as aulas de ioga ou descontos em academias de ginástica.

Pois quem também se beneficia são as companhias, com a possibilidade de aumentar a produtividade.

Um estudo de Harvard, publicado em 2010, mostra que, de todo o tempo que permanecemos acordados, quase a metade dele (47%) é gasto com a mente no “mundo da Lua”. Ficamos dispersos, o que ao longo de um dia, não só prejudica o trabalho, mas pode prejudicar nossa vida pessoal e nos deixar infelizes. Muitas vezes a nossa mente fica presa remoendo o passado ou se volta para um futuro distante, e a meditação vem para combater esse mal, com algumas breves pausas, os praticantes desenvolvem a capacidade de prestar mais atenção ao momento presente, obtendo um eventual ganho de produtividade.

O Google é uma das empresas mais engajadas em oferecer a meditação para os funcionários.

Steve Jobs, por exemplo, era outro adepto da meditava. Ao seu biógrafo, Walter Isaacson, ele disse que o exercício de ouvir os próprios pensamentos e tentar acalmar a mente aflorava a intuição, permitia enxergar as “coisas” (leia-se tudo) com mais clareza.

Efeitos da Meditação

Os efeitos da meditação são de fato muitos, não só que diz respeito ao funcionamento cerebral, mas também ao nível da nossa percepção e compreensão do mundo.

A meditação pode reduzir a atividade do hemisfério esquerdo, que está relacionada com a análise verbal. Pode acontecer uma redução da atividade deste hemisfério ou uma maior ativação do direito. Há algumas evidências de uma maior atividade do hemisfério direito em praticantes de meditação, como capacidade de recordar e descriminar tons musicais. Mas parece que o esquerdo não é desativado, por isso ficam ambos ativos.

Muitas pesquisas sugerem que a meditação pode ser terapêutica para várias perturbações psicológicas, como a ansiedade, a fobias, o stress pós-traumático, a tensão muscular, a insónia, e depressão. A meditação regular reduz o uso de drogas legais e ilegais e ajuda prisioneiros a reduzir a ansiedade, a agressividade e as reincidências.

Um estudo de Leo Matos (1987), revelou ainda que a meditação pode ser uma importante ferramenta na recuperação de toxicodependentes.

Meditação utilizada de forma preventiva:

                      

A meditação pode e deve ser utilizada de forma preventiva, e não apensas atuando contra a causa da doença ou aliviando um sintoma especifico, mas como prevenção de doenças emocionais.

O ponto forte da meditação é a importância quanto a se exercitar a atenção e concentração, onde a mente se concentra num objeto mental fixo, em estado consciente, no qual a mente observa a si mesma e/ou ambas as operações presentes em uma combinação integrada.

 

E os benefícios da prática de meditação no dia a dia?

 

    Redução do estresse, da ansiedade e de sintomas depressivos;

    Ganho de atenção e concentração;

    Redução da impulsividade e comportamentos compulsivos;

    Mais qualidade de sono;

    Redução da dor crônica, cefaleias e muitos outros processos dolorosos e inflamatórios;

A meditação auxiliar no desenvolvimento da habilidade de concentração, mantendo o foco na percepção e resistir às divagações;

A meditação proporciona ao corpo um relaxamento profundo, enquanto a mente se mantem alerta, fazendo com que a pressão sanguínea baixe e diminuindo o ritmo do coração, ajudando seu copo a se recuperar do estresse;

A meditação é muito utilizada para o tratamento de distúrbios como a hipertensão, dores de cabeça, dores nas costas, problemas de ansiedade e para controlar ou diminuir dores crônicas;

O repouso profundo propiciado pela meditação traz como benefício também, o reforço no sistema imunológico que é a defesa do organismo contra bactérias, vírus e câncer;

 

O grande ponto forte da meditação é o benefício da paz interior, um refúgio onde você pode escapar da turbulência do seu dia-a-dia, praticando a meditação, você estará desligando-se do estresse e proporcionando uma oportunidade de recarregar as energias e se renovar para enfrentar os conflitos.

Tel: 014 98806-6548 - 014 99886-6797 rodrigorapsicologia@hotmail.com

  • Facebook App Icon
  • Twitter App Icon
  • Google+ App Icon
  • Instagram App Icon
  • LinkedIn App Icon
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now